• Amadurecimento, Reforma Íntima

    Vencendo o orgulho e a cólera

    O orgulho vos leva a vos julgardes mais do que sois, a não aceitar uma comparação que vos possa rebaixar, e a vos considerardes, ao contrário, de tal maneira acima de vossos irmãos, seja na finura de espírito, seja no tocante à posição social, seja ainda em relação às vantagens pessoais, que o menor paralelo vos irrita e vos fere. E o que acontece, então?

  • Aos que Sofrem, Raiva

    A Lei do progresso

    Segundo a idéia muito falsa de que não se pode reformar a própria natureza, o homem se julga dispensado de fazer esforços para se corrigir dos defeitos em que se compraz voluntariamente, ou que para isso exigiriam muita perseverança. É assim, por exemplo, que o homem inclinado à cólera se desculpa quase sempre com o seu temperamento.

  • Aos que Sofrem, Relações Conflituosas

    A fábula do porco-espinho

    Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio. Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos, assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente, mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam mais calor.
    Por isso decidiram se afastar uns dos outros e voltaram a morrer congelados, então precisavam fazer uma escolha: Ou desapareceriam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros…

  • Chico Xavier, Líderes Espirituais

    Chico Xavier – uma lição de vida

    Estávamos na residência do Chico Xavier. Seu estado de saúde não lhe permitia deslocar-se até o centro. A multidão se comprimia lá na rua em frente. Quando o portão se abriu, a fila de pessoas tinha alguns quarteirões. Foram passando uma a uma em frente ao Chico. Pessoas de todas as idades, de todas as condições sociais e dos mais distantes lugares do país. Algumas diziam…(veja uma lição de humildade e amor ao próximo – assista também o trailler do filme sobre a vida de Chico Xavier)

  • Aos que Sofrem, Suicídio

    Consequências do suicídio

    A afinidade que permanece entre o Espírito e o corpo produz, nalguns suicidas, uma espécie de repercussão do estado do corpo no Espírito, que, assim, a seu mau grado, sente os efeitos da decomposição, donde lhe resulta uma sensação cheia de angústias e de horror, estado esse que também pode durar pelo tempo que devia durar a vida que sofreu interrupção. Não é geral este efeito; mas em caso algum, o suicida fica isento das conseqüências da sua falta de coragem e, cedo ou tarde, expia, de um modo ou de outro, a culpa em que incorreu.

  • Autores Diversos, Histórias

    O pedreiro

    Um velho pedreiro que construía casas estava pronto para se aposentar. Ele informou ao chefe do seu desejo de se aposentar e passar mais tempo com sua família. Disse que sentiria falta do salário, mas realmente queria se aposentar. A empresa não seria muito afetada pela saída do pedreiro, mas o chefe estava triste em ver um bom funcionário partindo, e pediu ao pedreiro para trabalhar em mais um projeto, como um favor. O pedreiro não gostou, mas…

  • Buda, Histórias

    A herança do Buda para seu filho

    Instruído por sua mãe, Yasodhara, o filho do Buda, Rahula, o seguia pelo palácio, dizendo: dê-me minha herança, monge; dê-me minha herança… O Buda, contudo, decidiu não atender a esse pedido da forma como Yasodhara havia pretendido. Passados quatro anos, o Buda sentou-se com Rahula, que então tinha 11 anos, para ensiná-lo sobre a moral. Ele pegou uma concha, colocou nela um pouco de água e perguntou a Rahula…

  • Doutrina Espírita, Princípios espíritas

    Cuidar do corpo e do espírito

    Princípios elementares demonstram a necessidade de cuidar-se do corpo que, segundo as alternativas de saúde e de enfermidade, influi de maneira muito importante sobre a alma, que cumpre se considere cativa da carne. Para que essa prisioneira viva, se expanda e chegue mesmo a conceber as ilusões da liberdade, tem o corpo de estar são, disposto, forte. Façamos uma comparação: Eis se acham ambos em perfeito estado; que devem fazer para manter o equilíbrio entre as suas aptidões e as suas necessidades tão diferentes? Inevitável parece a luta entre os dois e difícil achar-se o segredo de como chegarem a equilíbrio.

RECEBA NOVOS TEXTOS POR E-MAIL

Quinzenalmente, enviamos um e-mail com os novos textos do site. Participe!

Temas das Publicações

Ajude-nos a divulgar nosso trabalho