Histórias, Lendas Árabes

Quando escrever nossas lembranças na areia ou nas pedras

1 239

Diz uma lenda árabe que dois amigos viajavam pelo deserto e em um determinado ponto da viagem, discutiram e um deu uma bofetada no outro.

O outro, ofendido, sem nada poder fazer, escreveu na areia: “Hoje, o meu melhor amigo deu-me uma bofetada no rosto”.

Seguiram adiante e chegaram a um oásis onde resolveram tomar banho.

O que havia sido esbofeteado e magoado começou a afogar-se, sendo salvo pelo amigo. Ao recuperar-se, pegou um canivete e escreveu na pedra: “Hoje, o meu melhor amigo salvou a minha vida”.

O outro amigo perguntou:

– Por que é que, depois que te magoei, escreveste na areia e agora, escreves na pedra?

Sorrindo, o outro amigo respondeu:

– Quando um grande amigo nos ofende, devemos escrever onde o vento do esquecimento e o perdão se encarreguem de apagar as lembranças. Por outro, quando nos acontece algo bom e grandioso, devemos gravar isso na pedra da memória do coração, onde vento nenhum, em todo o mundo, jamais o poderá apagar.

Só é necessário um minuto para que simpatize com alguém, uma hora para gostar de alguém, um dia para querer bem a alguém, mas é preciso de toda uma vida para que possa esquecê-lo.

Autor: desconhecido

Compartilhe
  • 14
    Shares

About the author / 

Editor

1 Comment

  1. barreto 16 de agosto de 2013 at 13:02 - 

    lindo demais

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

59 + = 62

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

RECEBA NOVOS TEXTOS POR E-MAIL

Quinzenalmente, enviamos um e-mail com os novos textos do site. Participe!

Ajude a divulgar Um Caminho

Temas das Publicações