• Ciência e Religião, Sono e Sonhos

    Os Sonhos segundo a Ciência e o Espiritismo

    Sono é um estado em que cessam as atividades físicas motoras e sensoriais. Dormimos um terço de nossas vidas e o sono, além das propriedades restauradoras da organização física, concede-nos possibilidades de enriquecimento espiritual através das experiências vivenciadas enquanto dormimos. Sonho é a lembrança dos fatos, dos acontecimentos ocorridos durante o sono. Os sonhos, em sua generalidade, não representam, como muitos pensam, uma fantasia das nossas almas. Assista vídeo sobre o tema com Divaldo Franco.

  • Aos que Sofrem, Desgosto de filhos

    Qual a importância da infância na visão espírita?

    Não sabemos se o Espírito que recebemos com todo amor, pode ter sido um assassino, um amigo, um inimigo, um viciado etc. Na adolescência surge o caráter real e individual, por isso mudam tanto de comportamento. Devemos educar nossos filhos desde o berço, e começar a conversar com eles desde os 4 anos, sem esperar pelos 12, 13 anos. Assista vídeo com Divaldo Franco sobre o papel do pais na vigilância das tendências dos filhos.

  • Doutrina Espírita, Livros de Kardec

    Obras básicas sobre o Espiritismo, de Allan Kardec

    O Livro dos Espíritos – Obra básica da Doutrina Espírita, publicada em 18 de abril de 1857. Aborda os aspectos científico, filosófico e religioso do Espiritismo. O Livro dos Médiuns – É o livro básico da Ciência Espírita. Aborda questões sobre a mediunidade, sua prática e fundamentos. O Evangelho Segundo o Espiritismo – Tem como objetivo ser um código moral universal, sem distinção de culto, ao alcance de qualquer pessoa. Seu conteúdo consolador traz a Moral do Cristo e se resume numa análise profunda do Sermão da Montanha. O Céu e o Inferno – Kardec faz um balanço da evolução moral e espiritual da humanidade. A eterna questão da continuidade da vida após a morte é despida dos aparatos mitológicos para mostrar-se à luz da razão esclarecida. A Gênese – Trata das causas primárias dos milagres e das predições, com as novas leis que decorrem da observação dos fenômenos espíritas. Baixe os livros em PDF.

  • Aos que Sofrem, Mágoa

    Mágoa

    A mágoa pode ser comparada à ferrugem perniciosa que destrói o metal em que se origina. Normalmente se instala nos redutos do amor-próprio ferido e paulatinamente se desdobra em seguro processo enfermiço, que termina por vitimar o hospedeiro. De fácil combate, no início, pode ser expulsa mediante a oração singela e nobre, possuindo, todavia, o recurso de, em habitando os tecidos delicados do sentimento, desdobrar-se em modalidades várias, para sorrateiramente apossar-se de todos os departamentos da emotividade, engedrando cânceres morais irreversíveis. Ao seu lado, instala-se, quase sempre, a aversão, que estimulam o ódio, etapa grave do processo destrutivo.

Temas das Publicações