Auto-estima, Reforma Íntima

Não existe bem-estar sem liberdade de pensar e de agir

2 34

Não se preocupe com o que os outros pensam de você. Busque alimento em sua essência divina; isso é o que verdadeiramente importa.

Quanto mais você se sentir um espírito imortal, filho de Deus em busca de ascensão evolutiva; quanto mais se sentir uma pessoa digna de ser feliz como outra qualquer, ocupando uma provisória roupagem física na Terra, mais estará perto do autêntico conhecimento existencial.

Algumas pessoas podem ser comparadas às flores silvestres. Sua sensibilidade e ternura nem sempre são percebidas, muito menos valorizadas. Mas se essas flores forem colhidas e examinadas com atenção e carinho, é quase certo que serão notadas suas proporções e combinações harmônicas e especiais – elas têm uma beleza incomum.

Os que aprenderam a amar realmente olham para além das aparências e das limitações corpóreas e buscam o conhecimento da verdade, o qual muitos nem se preocupam ainda em procurar.

Há beleza nas flores silvestres que crescem casualmente em meio dos imensos campos de cereais.

Se você ama a verdade, ocupe-se em buscá-la cada vez mais, e não só nas palavras e pensamentos alheios. O que os demais acham é unicamente isso: o entendimento deles.

Viver dependendo de como os outros analisam nossa vida é viver em uma insegurança constante.

Gostam de mim? Estimam-me? Então estou feliz. Não gostam de mim? Desprezam-me? Nesse caso, tudo vai mal. Depender da inconstância do julgamento alheio é viver em contínuo estado de ânimo heterogêneo.

É possível ser feliz? Obviamente que sim, porém não se esqueça de que quanto mais você se respeitar, mais sua felicidade dependerá de você e menos dos outros, apesar dos murmúrios irônicos e da incompreensão das pessoas.

Não existe bem-estar sem liberdade de pensar e de agir. O Criador não quer escravos, quer filhos livres. Portanto, nossa felicidade é o resultado da maneira pela qual vivenciamos aquilo que somos. O importante não é a “etiqueta” que usamos, mas é o que faço da vida, com a vida e pela vida. A felicidade não é simplesmente uma meta a ser alcançada, mas uma consequência: a colheita de nossos atos e atitudes diante da existência.

Se você quer melhorar-se é um bom sintoma. Quem acha que em si não há nada para mudar e se sente perfeito está imaturo espiritualmente. A vida é dinâmica; é mudança ininterrupta. A procura interior é prenúncio de progresso.

Lembre-se de que as mudanças devem ser feitas naturalmente, sem forçá-las; devem representar um ato espontâneo, devem ser desejadas.

Sentindo amor e respeito por si mesmo, sentirá igualmente respeito e amor por quem está a seu lado.

A pior tristeza é viver toda uma existência sem amar. Como seria lamentável, atravessar uma encarnação sem nunca ter falado de seu amor a todos aqueles que você ama!…

Tudo é efêmero na vida, menos você, alma imortal, pois o acompanhará como consequência – aonde você for e para sempre – sua consciência amorosa.

O ser humano faz parte dos seres vivos, porém todos são instrumentos transitórios pelos quais a Vida Maior se manifesta.

 

Lourdes Catherine

 

Fonte: extraído do livro “Conviver e Melhorar”, de Francisco do Espírito Santo Neto, ditado por Lourdes Catherine e Batuíra. Editora Boa Nova. 

Compartilhe

About the author / 

Editor

2 Comments

  1. jane 12 de agosto de 2013 at 20:54 - 

    e necessario muita compreensao

  2. jane 12 de agosto de 2013 at 20:53 - 

    muito bom

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

+ 39 = 47

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Temas das Publicações