Doutrina Espírita, Psicografias

Não espereis glórias na Terra

1 20

“Irmãos,

Compadecidos estão os anjos de vossas dores, e elevados devem estar vossos corações para a busca do apoio espiritual.

O mundo terreno é plano de provação, e a ausência do reconhecimento de suas vitórias imediatas os faz acreditarem-se despreparados para prosseguirem a vossa caminhada de evolução.

Os erros e acertos fazem parte da trajetória de todos aqueles que se encontram encarnados, e o reconhecimento divino, só será percebido para aqueles que estiverem mais intimamente ligados à palavra de Deus.

O reconhecimento divino não emerge do aplauso e louvor de outros homens, e sim, da satisfação íntima experimentada por seu próprio espírito ainda sofredor.

Ainda que a consciência humana seja incapaz de alcançar a lembrança das imperfeições da alma, a alma, enquanto infinita e milenar, não se despoja de sua bagagem anterior, e sempre que se depara com uma atitude de progresso, emana bons fluidos e vibrações à consciência humana, que se sensível à esta influência, sentir-se-á reconhecida e fortalecida em seu caminhar reto e reparador.

Não espereis glórias na Terra, nem mesmo nos céus, experimenteis a glória que emana de seu íntimo, e do reconhecimento de suas próprias batalhas.

Lutar contra o outro é simples, e quando da queda, tudo lhe parece indolor, mas quando se luta contra si mesmo, cada golpe, não somente lhe causa dor, mas também lhe depreende esforço e aceitação.

Vos prepareis irmãos, e quanto antes, traveis a mais dura batalha, a batalha contra vós mesmos. A batalha pela busca da elevação.

Quanto às glórias, deixais fluir os dizeres da alma e vereis que não somente ainda precisais muito caminhar, como também, que já fostes reconhecidos pelo Pai, e que o bálsamo salutar da renovação já recobre vossos lares e vossas almas.

Não desanimeis e não vos desespereis, a casa do Pai nunca fecha as portas, e a qualquer tempo podereis renovar suas forças, sendo necessário apenas que vos volteis para os ensinamentos de Jesus e eleveis o pensamento aos céus.

Os amigos espirituais, com o consentimento do Pai, sempre estarão a apoiar vossas boas obras e renovar vossa fé no Divino Evangelho e na força salutar do Espírito da Verdade que lhes foram concedidos pela bondade suprema do Altíssimo.

Não fraquejeis, agora é tempo de trabalho.

Banhados pela luz de seus espíritos protetores, prossegui e bendizei ao Pai. Esta será sua fortuna e também sua salvação.

Que assim seja em nome de Jesus nosso Senhor.”

Mensagem psicografada por Tassia Beatriz em 25 de março de 2013.

Compartilhe

About the author / 

Editor

1 Comment

  1. Helio Ribeiro Soares 5 de agosto de 2013 at 17:25 - 

    Por favor enviar para o email acima citado.ABRAÇOS !

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

30 ÷ 6 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba novos conteúdos

Temas das Publicações