• Amadurecimento, Reforma Íntima

    Amamos a Terra ou a usamos como usamos uns aos outros?

    Compreender nosso relacionamento com a natureza é tão difícil quanto compreender nosso relacionamento com o vizinho, com a esposa, com os filhos. Mas nem pensamos nisso, nunca nos sentamos para olhar as estrelas, a Lua, as árvores. Estamos sempre ocupados demais com atividades políticas ou sociais. Estamos sempre usando a natureza, seja como fuga ou por um fim útil, mas nunca paramos e amamos a terra e seus produtos. Pensemos nisso!

  • A Morte, Aos que Sofrem

    Sempre Vivos

    É chegada a época de reconhecermos que todos somos vivos na Criação Eterna. Em virtude de tardar semelhante conhecimento nos homens, é que se verificam grandes erros. Em razão disso, a Igreja Católica Romana criou, em sua teologia, um céu e um inferno artificiais; diversas coletividades das organizações evangélicas protestantes apegam-se à letra, crentes de que o corpo, vestimenta material do Espírito, ressurgirá um dia dos sepulcros, violando os princípios da Natureza, e inúmeros espiritistas nos têm como fantasmas de laboratório ou formas esvoaçantes, vagas e aéreas, errando indefinidamente.

Temas das Publicações