• Allan Kardec, Amai ao próximo

    Amai os vossos inimigos

    Jesus não pretendia, ao dizer essas palavras, que se deve ter pelo inimigo a mesma ternura que se tem por um irmão ou por um amigo. Amar aos inimigos, não é, pois, ter por eles uma afeição que não é natural. Mas é não lhes ter ódio, nem rancor, ou desejo de vingança. É perdoá-los sem segunda intenção e incondicionalmente, pelo mal que nos fizeram. É não opor nenhum obstáculo à reconciliação.

Temas das Publicações