Centro Espírita, Divulgação do Espiritismo

Centenário do Grupo Espírita 25 de Dezembro, Caxambu(MG)

0 106

O Grupo Espírita 25 de Dezembro, fundado em 1917, fica em Caxambu, Minas Gerais, e neste ano comemorará cem anos de sua existência.

O fundador foi José Juvêncio do Sacramento, nascido em Andrelândia (sul de Minas Gerais) em 20/03/1884.

O Grupo Espírita sempre partilhou da companhia amiga do Espírito Bittencourt Sampaio.

Por volta de 1920, criou a Farmácia Homeopática com receituário mediúnico, a qual recorria a população mais necessitada da cidade.

Os obreiros do Grupo Espírita 25 de Dezembro, atentos a realidade e as dificuldades enfrentadas pela população mais necessitada de cidade procuravam constantemente, através de obras caritativas, atender aqueles que careciam de recursos econômicos.

Em 1924, José Juvêncio criou a Escola Celina de Alfabetização, que se destinava a ministrar cursos gratuitos às crianças carentes.

No ano seguinte a escola contava com trinta e quatro alunos sob orientação e coordenação da professora Cacilda Marques.

Sempre movido pelo Espírito da condução moral elevada, organizou no Grupo Espírita uma biblioteca com obras de vários escritores espíritas e psicografias, colocando ao alcance de todos o conhecimento e a cultura Espírita.

Ainda em prol das crianças e de suas mães, com intuito de ampará-las, criou o Núcleo Feminino Tereza de Jesus, com administração própria, que se manteve através de mensalidades dos participantes e donativos angariados.

O Grupo oferecia gratuitamente às gestantes necessitadas, enxovais para recém-nascidos, roupas às crianças e ao chegar o Natal distribuía doces e brinquedos àqueles pequeninos Espíritos, levando alegria e conforto na data máxima da Cristandade.

Em 1936, os trabalhadores do Grupo Espírita, por instruções dos Espíritos que apoiavam constantemente a casa, criaram o Núcleo de Curas e Irradiações Fluídicas na dependência do Grupo Espírita 25 de Dezembro.

Por volta de 1937 criou um albergue para as pessoas que transitavam em Caxambu e, posteriormente, construiu treze pequenas casas para moradia de necessitados.

No bairro Santa Tereza, o mais carente da cidade de Caxambu a época, José Juvêncio também instalou na residência de um confrade, o senhor José Toledo, um posto homeopático para atendimento de idosos com dificuldades em se locomoverem.

A existência do receituário, no entanto, não ocorreu sem atropelos.

Alguns médicos da região não admitiam conviver com uma medicina marginal; essa era a forma como compreendiam o receituário mediúnico.

José Juvêncio foi acusado de exercer ilegalmente a medicina e por determinação policial foi impedido de efetuar o receituário.

Após um ano da interrupção dos trabalhos do receituário homeopático, José Juvêncio do Sacramento foi procurado pelo Delegado de Polícia, que verbalmente autorizou-o a reabrir a farmácia e voltar a fazer o receituário mediúnico. Estes fatos ocorreram por volta de 1940.

José Juvêncio foi membro do Conselho Federativo da Federação Espírita Brasileira, gozando sempre de alta estima e consideração não só no meio espírita, mas também da parte de todos que o conheciam.

Em 1942, sob a égide espiritual de Tereza de Jesus, Bittencourt Sampaio, Bezerra de Menezes, Antônio Luiz Saião e Amália Domingos Soler, iniciou a construção da maternidade Tereza de Jesus com recursos do Grupo Espírita e das listas que os confrades emitiram para arrecadar fundos destinados as obras de caridade e as mães carentes.

A administração da obra de construção da Maternidade foi confiada ao confrade Adão Augusto Gomes.

No dia do Natal de ano de 1942, José Juvêncio ladeado por todos seus confrades que colaboraram na construção da Maternidade, às 16 horas, no salão social do Grupo Espírita 25 de Dezembro, diante de grande número de assistentes, e com a presença do Prefeito Municipal Dr. Renato Mauricio e Silva, dos médicos Dr. Francisco Viotti, Dr. Luiz Melo, Dr. Lizandro Carneiro Guimarães e demais autoridades, fora proferida prece inicial da solenidade de inauguração da Maternidade Tereza de Jesus.

Esta foi a última obra realizada por José Juvêncio do Sacramento e seus confrades na expansão social do Grupo Espírita 25 de Dezembro, sendo mantidas as distribuições de gêneros alimentícios aos necessitados no Natal e entrega de cobertores no inverno.

Nos três anos que precederam seu desencarne, acometido de uremia diagnosticada por diabetes, cuja dieta prescrita muito o enfraqueceu, soube conviver com este mal por mais de seis meses, não permitindo com isso que se interrompessem suas lides doutrinárias.

Contudo, como sua saúde se agravava a cada dia, no limiar do ano de 1952, José Juvêncio deixou de comparecer aos trabalhos do Grupo Espírita 25 de Dezembro.

No mesmo ano, José Juvêncio foi abatido por diagnóstico de trombose arterial profunda, com oclusão crônica em sua perna direita, enfermidade que lhe causara dores intensas e que o aprisionava ao leito.

Seus companheiros, todavia, após o término dos trabalhos assistenciais, vinham sempre ao seu encontro trazendo o calor da fraternidade.

Os recursos da espiritualidade não lhe faltavam, de modo que não foram presenciados momentos de gemido ou queixa feita por ele.

Com esse comportamento frente ao sofrimento, no dia 21 de maio de ano de 1952, às dezoito horas, rodeado por sua esposa e filhos, José Juvêncio retornava à Pátria Espiritual.

Aportara no plano físico ao despertar dos pássaros para um dia de alegria; deixava agora este plano, ao recolher dos pássaros, após o labor da existência.

E foi assim que, mais uma vez, foi homenageado pelo governo municipal que, no dia 1º de setembro do ano de 1981, em sessão solene, dá a uma rua de Caxambu(MG), situada no bairro de Santa Tereza, o seu nome: José Juvêncio do Sacramento.

Foi lá que construiu dez casinhas para o abrigo dos necessitados e ainda instalou uma farmácia homeopática para atendimento aos idosos e carentes daquele bairro.

O Grupo Espírita 25 de Dezembro continua cumprindo a sua missão de servir aos necessitados da matéria e do Espírito, doando alimentos e roupas que vão de encontro às necessidades matérias e promovendo palestras, cursos, atendimentos fraternos e domiciliares que atendem as necessidades do Espírito.

Assim, coloca em prática o que está escrito na fachada do Grupo Espírita 25 de Dezembro: Fora da caridade não há salvação.

Grupo Espírita 25 de Dezembro
Rua: Cesário Alvim, 90.
Caxambu(MG) – Brasil CEP: 37.440-000

Fonte: Jové Sacramento
Página do Grupo Espírita 25 de Dezembro, no Facebook. (https://www.facebook.com/Grupo-Esp%C3%ADrita-25-de-Dezembro-Caxambu-MG-589187761124992/)

About the author / 

Editor

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

5 × = 35

RECEBA TEXTOS POR E-MAIL

Institucional

Todos os Temas

Ajude-nos a divulgar nosso trabalho