Dúvidas dos leitores, Mediunidade

Quero saber mais sobre mediunidade, mas por que me parece difícil?

0 418

O mundo espiritual é uma realidade para todos. Querendo ou não, somos todos influenciados por espíritos não encarnados que nos rodeiam.

No entanto, nem todas as pessoas possuem o mesmo grau de sensibilidade a essas influências. A realidade é que algumas pessoas têm uma sensibilidade mais aguçada do que outras. E, também, algumas vieram nesta encarnação com o compromisso da mediunidade. Ou seja, de servirem como instrumentos facilitadores da comunicação entre os espíritos desencarnados e os encarnados.

Aqueles que têm essa sensibilidade maior e/ou que possuem o dom e dever de servir através da mediunidade, neste caso, precisam buscar e encontrar uma Casa Espírita que funcione como sua escola de formação para que aprendam a conviver e desenvolver este dom especial.

Muitas pessoas, entretanto, possuem esse dom divino mas não o desenvolvem no ambiente adequado e sob a orientação adequada. E isso causa alguns desequilíbrios emocionais e espirituais, que podem gerar medo, tensão e desconforto. Porém, tentar livrar-se dessa missão e desse atributo divino não é a solução. Não se trata de uma escolha pessoal a ser feita agora. Ela já foi feita antes de nos encarnarmos.

Ao perceber que possui essa sensibilidade diferenciada, buscar o estudo no local certo e a orientação adequada são o único caminho aconselhável.

Não se deve ficar ouvindo como se fosse uma verdade absoluta o que falam uma pessoa aqui, outra ali. Não devemos nos basear nessas opiniões isoladas. É importante encontrar uma Casa Espírita em sua localidade e buscar aconselhamento por pessoas preparadas. Podemos ajudar você a encontrar uma próxima a você. Saiba mais a respeito.

Assista esse vídeo que pode lhe ajudar a compreender melhor o que acabamos de falar, através da história de um menino de 13 anos, à época, que foi entrevistado no programa de Ana Maria Braga.

Leia mais a respeito em nosso post sobre a grande tarefa das comunicações mediúnicas.

Assista também o que nos ensina Divaldo Franco:

Médiuns iniciantes:

O risco do desconhecimento:

E o que nos fala Raul Teixeira sobre mediunidade e fantasia

Após este estudo, fique à vontade para retornar com suas novas dúvidas. Teremos grande satisfação em ajudar você.

Fraternalmente,

Equipe Um Caminho

Compartilhe
  • 1
    Share

About the author / 

Editor

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

98 − = 88

RECEBA NOVOS TEXTOS POR E-MAIL

Quinzenalmente, enviamos um e-mail com os novos textos do site. Participe!

Temas das Publicações

Ajude-nos a divulgar nosso trabalho