• Educação dos Filhos, O Bem e o Mal

    A delinquência

    Quando se fala em delinquência, muitos pais sofrem só em pensar no que esse termo representa. E enquanto nossos filhos ainda são crianças imaginamos que jamais venham a delinquir. Até aos 7 anos de idade a criança é mais receptiva aos ensinamentos. Por isso, devemos nos esmerar para passar uma educação efetiva, de forma que essa possa suplantar as informações equivocadas que porventura traga o nosso filho, de existências anteriores.

  • Aos que Sofrem, Educação dos Filhos

    Nem por você nem por ninguém eu me desfaço dos meus planos

    Diante de tantas mudanças no mundo, é fundamental que os pais estejam cada vez mais atentos ao comportamento e mensagens, nem sempre claras, de seus filhos ainda em processo de formação. Embora lhes falte a maturidade para compreender todas as exigências da vida, é fundamental na educação familiar contemporânea que os tutores dessas almas, muitas vezes mais velhas encarnadas em corpos ainda jovens, possam compreender e apoiar esta delicada revolução em curso que visa a formação de adultos menos frustrados, mais comprometidos com suas próprias escolhas e intuitivamente sintonizados com suas missões planejadas em consonância com a espiritualidade superior, durante os períodos que precederam o sempre dolorido processo de reencarnação.

  • Aos que Sofrem, Educação dos Filhos

    ENTREVISTA – Conflito entre pais e filhos

    Assista entrevista com o médium Raul Teixeira sobre este tema polêmico que causa constantes desgastes nas famílias. Qual o papel adequado dos pais diante da rebeldia dos filhos? Como lidar com adolescentes desobedientes? Como entender o conselho do espírito Hammed quando nos diz que educar é “aconselhar, repetir e esperar”? Quando adotar uma postura mais firme, com cobrança mais forte e quando saber respeitar a individualidade e os pensamentos e atitudes do jovens?

    A entrevista de Raul nos ajuda a entender como lidar com alguns desses dilemas.

  • Aos que Sofrem, Educação dos Filhos

    Expectativas Familiares – Como lidar com adolescentes e jovens?

    No ambiente do lar, os maiores bens que se pode dar são o amor e o acolhimento, atitudes que mostram aos filhos que receberão incondicionalmente a ajuda e apoio para sempre. Para as crianças e adolescentes, é muito melhor a franqueza, aceitação, amizade e respeito dos pais. Os pais devem aprender a aceitar os filhos como estes são e não formar expectativas de sucesso ou modelos idealizados. A aceitação dos pais, sem expectativas de êxito ou triunfo, constrói a autoconfiança juvenil, dando à criança e ao jovem um sentimento de segurança e motivação, fatores indispensáveis para vencer as diferenças e contendas na vida social.

Receba novos conteúdos

Temas das Publicações