• moises-jesus-e-kardec
    Jesus, Líderes Espirituais, Moisés

    As Três Revelações: Moisés, Cristo e o Espiritismo.

    Moisés revelou aos homens a existência de um Deus único, Soberano Senhor e Orientador de todas as coisas; promulgou a lei do Sinai e lançou as bases da verdadeira fé. O Cristo acrescentou a revelação da vida futura, assim como a das penas e recompensas que aguardam o homem, depois da morte. E revelou “um Deus clemente, que perdoa ao pecador arrependido e dá a cada um segundo as suas obras. Longe de negar ou destruir o Evangelho, o Espiritismo vem, ao contrário, confirmar, explicar e desenvolver, pelas novas leis da Natureza, que ele revela, tudo quanto o Cristo disse e fez.

  • sabedoria
    Sabedoria dos Iluminados

    A forma de expressão dos Espíritos Iluminados é inconfundível

    Encontramos em “O Livro do Médiuns” a seguinte orientação de Kardec: “Os Espíritos superiores se exprimem de maneira simples, sem prolixidade; seu estilo é conciso, sem excluir a poesia das ideias e de expressões, claro, inteligível para todos, e não exige esforço para ser compreendido; têm a arte de dizer muitas coisas com poucas palavras, porque cada palavra tem sua importância”.

  • Ramatis3
    Líderes Espirituais, Ramatís

    Vida e obra de Ramatis

    Para seus discípulos e admiradores, Ramatis coordena a “Fraternidade da Cruz e do Triângulo”, equipe extrafísica de espíritos oriundos do cristianismo e das tradições religiosas do Oriente, comprometida em difundir síntese do conhecimento contido nas doutrinas religiosas e espiritualistas ocidentais e orientais, a fim de promover a integração da humanidade em torno de valores éticos e cosmoéticos em comum e a expansão dos horizontes conscienciais planetários.

  • Gandhi, Líderes Espirituais

    Gandhi e a não-violência

    “Foi a minha mulher (Kasturbai Makanji Gandhi) que me ensinou a não-violência, quando tentei dobrá-la à minha vontade. A sua obstinada resistência, de um lado, e, do outro, a tranqüila submissão no sofrimento que padecia por causa da minha estupidez, agiu de tal modo em mim que comecei a envergonhar-me e deixei de acreditar que tinha por natureza o direito de dominá-la. Destarte, ela tornou-se o meu mestre da não-violência”. Gandhi

  • Líderes Espirituais, Paulo

    Livro “Paulo e Estevão” – Uma belíssima lição de serviço ao Cristo

    Esta obra maravilhosa recorda as lutas acerbas e os ásperos testemunhos de um coração extraordinário, que se levantou das lutas humanas para seguir os passos do Mestre, num esforço incessante. Traz a história fantástica de Paulo de Tarso, um homem intrépido e sincero, caminhando entre as sombras do mundo, ao encontro do Mestre que se fizera ouvir nas encruzilhadas da sua vida. A obra nos alerta para o fato de que todos os homens têm a sua convocação pessoal ao serviço do Cristo. O convite ao ministério chega, às vezes, de maneira sutil, inesperadamente; a maioria de nós, porém, resiste ao chamado generoso do Senhor. Em toda parte há tendências à ociosidade do espírito e manifestações de menor esforço. Muita gente dirá que desconhece a própria tarefa. Mas, uma vez pronto o discípulo e sua missão lhe aparece.

RECEBA TEXTOS POR E-MAIL

Institucional

Todos os Temas