• Reforma Íntima, Tolerância

    Como calar a discórdia

    A harmonia plena ainda constitui um sonho distante de qualquer organização humana. Os homens guardam grandes diferenças entre si. Diversos fatores induzem a distintas formas de entender e viver a vida. A educação recebida no lar, as experiências profissionais e afetivas, os professores e os amigos. Todos esses elementos contribuem para a singularidade da personalidade…

  • Reforma Íntima, Trabalho

    Está recebendo o salário de Deus?

    Cada um de nós tem uma obra a ser cumprida na face da Terra. Nossa missão maior é a de tornar melhor este mundo, através do melhor que podemos oferecer às pessoas e às situações que nos cercam. Somos operários contratados por Deus para trabalhar na empresa chamada “Planeta Terra”. Se fizermos um bom trabalho, Deus pagará regiamente o nosso salário.

  • Aprendizado, Auto-conhecimento

    Ando devagar porque já tive pressa

    Hoje compreendo que é preciso paz para poder sorrir, pois o sorriso verdadeiro, a felicidade autêntica, vem da paz de espírito, a paz de consciência, de quem segue o caminho do bem a todo custo. E o mais importante de tudo: descobri que para cumprir a vida, para cumprir meu papel, minha missão aqui, preciso compreender minha própria marcha. O mundo é pleno de belezas para que se o percorra aos saltos, sem nos determos a descobrir as belezas das flores, o segredo das matas, o encanto das fontes.

  • Amadurecimento, Relacionamentos

    As relações humanas

    As relações humanas serão sempre pautadas pela dificuldade que trazemos na alma. Como somos seres em evolução, muito ainda há que se construir nas conquistas emocionais para que o equilíbrio, a justiça e a retidão sejam as ferramentas no relacionamento humano. Há tanto a se realizar de bom e de útil a cada dia, e o tempo está tão apressado, que perde totalmente o sentido alimentarmos mágoa na alma, qualquer que seja a intensidade.

  • Reforma Íntima, Responsabilidade

    Perante o Supremo Senhor, todos temos serviço intransferível

    Desde os primórdios da organização humana, mobiliza o Senhor a multidão de seus cooperadores diretos, a nosso favor. Mas, no momento julgado essencial para o lançamento do Reino de Deus entre os homens, veio, Ele mesmo, à nossa esfera de sombras e conflitos. Não enviou substitutos ou representantes. Assumiu a responsabilidade de seus ensinamentos e, sozinho, suportou a incompreensão e a cruz.

RECEBA NOVOS TEXTOS POR E-MAIL

Quinzenalmente, enviamos um e-mail com os novos textos do site. Participe!

Temas das Publicações

Ajude-nos a divulgar nosso trabalho