• Desapego, Reforma Íntima

    O dinheiro não significa um mal

    Paulo de Tarso nos esclareceu que o amor do dinheiro é a raiz de toda a espécie de males. O homem não pode ser condenado pelas suas expressões financeiras, mas, sim, pelo mau uso de semelhantes recursos materiais, porquanto é pela obsessão da posse que o orgulho e a ociosidade, dois fantasmas do infortúnio humano, se instalam nas almas, compelindo-as a desvios da luz eterna.

  • Desapego, Reforma Íntima

    Entre o berço e o túmulo

    Não te apegues demasiado à carne transitória. Amanhã, a infância e a mocidade do corpo serão madureza e velhice da forma. O dinheiro que agora te serve passará depois a mãos diferentes das tuas. Entre o berço e o túmulo, o homem detém o usufruto da terra, com o fim de aperfeiçoar-se. Não te agarres, pois, à enganosa casca dos seres e das coisas. Aprendendo e lutando, trabalhando e servindo com humildade e paciência na construção do bem, acumularás na tua alma as riquezas da vida eterna.

Receba Novos Conteúdos

Temas das Publicações