• Gandhi, Líderes Espirituais

    As “coerentes incoerências” de Gandhi

    Mahatma Gandhi foi acusado, por seus próprios amigos, de ser incoerente no seu modo de falar e agir. Gandhi não negou as suas incoerências, mas afirmou que elas estavam a serviço da coerência! Ele pertencia a uma classe rara de homens que têm princípios rigorosamente definidos e guardam absoluta fidelidade a seu Eu divino, mas possuem o estranho carisma de saberem adaptar as suas retilíneas convicções espirituais às curvilíneas convenções da sociedade. Admitiu Gandhi: “Há na minha vida numerosas incoerências. Mas como me chamam mahatma (grande alma), estou disposto a endossar as palavras de Émerson, de que a tola coerência é o cavalo de batalha dos espíritos medíocres”.

Temas das Publicações