Autores Diversos, Histórias

Cicatrizes

1 444

Era uma vez um garoto que tinha um temperamento muito explosivo.

Um dia ele recebeu um saco cheio de pregos e uma placa de madeira. O pai disse a ele que martelasse um prego na tábua toda vez que perdesse a paciência com alguém.

No primeiro dia o garoto colocou trinta e sete pregos na tábua.

Já nos dias seguintes, enquanto ele ia aprendendo a controlar sua raiva, o número de pregos martelados, por dia, foram diminuindo gradativamente.

Ele descobriu que dava menos trabalho controlar sua raiva do que ter que todos os dias pregar diversos pregos na placa de madeira…

Finalmente chegou um dia em que o garoto não perdeu a paciência em hora alguma.

Ele falou com seu pai sobre seu sucesso e sobre como estava se sentindo melhor, em não explodir com os outros; o pai sugeriu que ele retirasse todos os pregos da tábua e que a trouxesse para ele.

O garoto, então, trouxe a placa de madeira, já sem pregos, e entregou ao seu pai.

Ele disse:

– Você está de parabéns, meu filho, mas dê uma olhada nos buracos que os pregos deixaram na tábua… ela nunca mais será como antes.

Reflexão:

Uma agressão verbal é tão ruim quanto uma agressão física.

Não importa quantas vezes peças desculpas, a cicatriz ainda continuará lá.

Fonte: autor desconhecido

Compartilhe

About the author / 

Editor

1 Comment

  1. Irene 12 de fevereiro de 2010 at 19:52 - 

    Paulinho, uma mensagem muito profunda pra vc pensar um pouco..

    Bjs

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

83 + = 85

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Temas das Publicações