• Amadurecimento, Reforma Íntima

    Existem situações que não podemos resolver por nós mesmos

    . Quanto mais cultivarmos a compulsão de tudo saber e resolver, mais as respostas nos escaparão e menores serão as oportunidades de dissolvermos as dificuldades existenciais. Para compreender as obras de Deus, às vezes é necessário abandonarmos a nossa síndrome de onipotência e de inflexível obstinação, qual seja a supervalorizar às próprias idéias, resoluções e empreendimentos. Somente confiando na Inteligência Superior é que as coisas inexplicáveis começam a revelar-se em nossa vida.

  • Deus, Fé e Religiosidade

    Fortaleçamo-nos na consciência edificada na fé

    Há muita gente que se julga forte… Nos recursos financeiros, que surgem e fogem. Na posse de terras, que se transferem de dono. Na beleza física, que brilha e que passa. No oásis de felicidade exclusiva, que a tempestade destrói. Todavia, somente a consciência edificada na fé, pelos deveres bem cumpridos à face das Leis Eternas, consegue sustentar-se, invulnerável, sobre o domínio próprio.

  • Aos que Sofrem

    O que é um obsessor?

    A vida se desenrola, e elos diversos, positivos e negativos, vão sendo estabelecidos entre as pessoas. Um obsessor é um espírito que não conseguiu eliminar os vínculos com alguém que está na matéria. Procura-o continuamente, acompanha-o, tenta interferir em sua existência, para o bem ou para o mal. Pode acontecer por variadas razões, mas, em muitos casos, é conseqüência de algum tipo de ligação.

  • Prática do Bem, Reforma Íntima

    Só o bem repara o mal

    Para nós que abraçamos a causa espírita, nossa única qualidade é a de almas que nos arrependemos do mal e desejamos ardentemente o bem. O arrependimento é nossa maior conquista, porque através dele já estamos procurando a reparação pelo labor no bem e pela reeducação dos costumes. Somente dessa forma somos capazes de vencer um dia após o outro, independente das tormentas interiores provocadas pelo bisturi das “dores emocionais” que venhamos a experimentar. Só o bem nos dará energias essenciais para continuar.

  • Deus, Fé e Religiosidade

    Fé não é uma muleta milagrosa

    Ter fé é compreender que “Deus está em tudo, e tudo está em Deus”, conforme legitimou Jesus Cristo: “Quem me vê, vê o Pai. Como podes dizer: Mostra-nos o Pai!? Não crês que estou no Pai e o Pai está em mim?”. A fé à qual se referia o Mestre é aquela que vibra no coração das criaturas que acreditam que Deus tudo vê e provê. Mas nossa consciência de vida é diminuta e frágil, por isso a maioria de nós não compreende que a fé verdadeira respeita os ritmos e os ciclos naturais da vida, considera que tudo está certo e nada está fora dos domínios da Ordem Providencial divina.

Temas das Publicações