Equilíbrio, Reforma Íntima

Esvazie a Xícara

0 1814

Um mestre ofereceu chá ao discípulo. Enquanto o Mestre o servia, a xícara do discípulo ficou cheia e começou a transbordar. “Por que continua a enchê-la?”, perguntou o discípulo. E o Mestre respondeu: “Sua mente é como essa xícara; como posso deitar nela algo novo se antes você não a esvaziar de seus conteúdos?”

Nossa mente é como uma xícara. Quando estamos doentes é quase certo que a xícara esteja cheia, e cheia de líquido envenenado. Se você deseja a cura, convença-se de que, primeiramente, precisa esvaziar sua xícara para que um novo conteúdo saudável possa ser derramado.

Muitos enfermos vão aos santuários da fé em busca da cura, mas suas xícaras estão cheias de rancor, impaciência, preconceitos, desamor por si mesmos e animosidade em relação ao próximo. Será que há espaço em nossa mente para que o Poder Supremo entre e realize seus milagres?

Afastaremos a negatividade de nossa mente com pensamentos de paz, serenidade, alegria e amor. Não espere ter saúde para agir assim. Faça assim para ter saúde. Aquietemos nossa mente agitada com a oração, com a contemplação da natureza, com o silêncio interior.

Deixemos que o amor flua de nós através dos gestos mais simples possíveis. Que o nosso sorriso seja puro, que a nossa respiração seja um ato de amor a nós mesmos, que o nosso olhar seja compassivo, que nossa língua silencie a maldade, que nossos gestos estejam impregnados de ternura. Dessa forma estaremos nos limpando de todos os venenos que o desamor fez contaminar nosso corpo.

Somente quando a xícara estiver vazia entraremos em um estado de relaxamento, no qual a cura se opera. Muitos estão tão obcecados pela obtenção da cura que acabam gerando mais tensão. O que gera a tensão é a preocupação com alguma coisa que não vai bem ou com algo de ruim que nos possa acontecer. E são exatamente esses sentimentos que precisamos abandonar porque eles reforçam uma situação da qual desejamos nos livrar.

O Mestre Jesus sempre demonstrou inabalável serenidade diante dos mais difíceis episódios da vida, porque sua mente estava vazia de temor e cheia de Deus. Havia tanta integração da mente do Cristo com a mente de Deus que o Mestre afirmou: “Eu e o Pai somos um.”

Abra, então, sua mente para receber a presença de Deus. Mas, para isso, você precisa esvaziar a xícara. Do que ela está cheia?

 

Fonte: extraído do livro “O Médico Jesus”, de José Carlos De Lucca. Intelítera Editora. 

Compartilhe
  • 5
    Shares

About the author / 

Editor

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

× 4 = 40

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Temas das Publicações