• Ciência e Religião, Comunicação com os espíritos

    O dia em que um Preto Velho foi expulso de um Centro Espírita

    Essa é uma história verdadeira. Ela de fato aconteceu em um centro espírita de uma pequena cidade do estado de Minas Gerais, há algum tempo atrás. Conta-se que os médiuns estavam realizando seus trabalhos de esclarecimento e doutrinação num centro espírita do estado de Minas Gerais. Subitamente um preto velho incorporou numa médium e começou…

  • Auto-conhecimento, Paixões humanas

    Não tenha vergonha de ser honesto

    O brasileiro Rui Barbosa, grande jurista e diplomata, notável escritor, além de extraordinário orador, deixou um escrito que nos faz refletir sobre a atual situação da nossa sociedade. Não vale a pena abrir mão do único patrimônio que realmente lhe pertence, que é a honradez, por algum dinheiro ou benefício escuso, que terá que deixar na aduana do túmulo. Portanto, é sempre o indivíduo o portador dos valores morais capazes de gerar confiança, a única base capaz de sustentar tanto os negócios quanto as amizades.

  • Auto-conhecimento, Renovando atitudes

    Feliz você novo!

    Adeus você velho, feliz você novo! Vamos usar a força e a motivação que o “novo” nos proporciona para mudarmos o que precisa ser mudado hoje! Vamos, todos os dias, dar as boas vindas a nós mesmos dizendo “Adeus você velho, feliz você novo!”, sentir a energia e o prazer da transformação e assistir, maravilhados, o poder do novo em nossas vidas!

  • Psicologia espírita, Reforma Íntima

    Seja a mudança que gostaria de ver no mundo

    É importante que, tudo quanto faças, apresente um significado positivo, motivador de novos estímulos para o prosseguimento da tua existência, que se deve caracterizar por experiências enriquecedoras. Tuas mudanças e atitudes afetam aqueles com os quais convives. A vida é bênção, e deve ser mantida saudável, alegre, promissora, mesmo quando sob a injunção libertadora de provas e expiações.

  • Aprendizado, Relações Conflituosas

    Convivência com pessoas difíceis

    A convivência com pessoas “difíceis”, em nossa Terra, é uma necessidade que devemos encontrar diariamente. Algumas vezes não percebemos a importância destes encontros e perdemos a paciência, tomamos algumas atitudes irritadas ou nos afastamos desta pessoa. Devemos entender que Jesus nos solicita que usemos nossa compreensão e indulgência com as faltas alheias (LE 886) para que possamos conviver e aceitar as pessoas que achamos difíceis, pois certamente queremos que as pessoas nos aceitem como somos, concorda?

  • Auto-conhecimento, Relacionamentos

    Você é uma boa companhia?

    Choradeiras e lamentações fazem o ambiente pesado, triste, tenso. Sabe aquelas pessoas que só falam nos crimes do momento, com seus detalhes de sangue e lágrimas? Ou que só falam das roubalheiras e corrupções, e “onde é que esse mundo vai parar”? Talvez você pense que essa abordagem seja anticristã, pouco caridosa. É caridoso prestar atenção, servir de plateia para o despejo das desgraças?

RECEBA TEXTOS POR E-MAIL

Todos os Temas

Ajude-nos a divulgar nosso trabalho