Aos que Sofrem, Doenças físicas

É na mente que fazemos a diferença

0 104

Mente curável

Crie cada vez mais paisagens mentais alegres, otimistas, saudáveis. Na mente pessimista está a maioria das nossas doenças. A mente pode ser comparada a uma casa. A doença e a saúde são como duas pessoas que gostariam de morar com você e que tem gostos muito diferentes. Ao contrário da saúde, a doença não aprecia casa limpa, arejada, enfeitada de amor e paz.

Existe grande diferença entre ser doente e estar doente. Cuidado com isso. Quem se julga um doente define a própria natureza, algo permanente e, portanto, com reduzidas chances de mudar. Mas, quem está doente revela uma condição momentânea, passageira. Quem é permanece. Quem está deixará essa condição a qualquer momento. Jamais pense ou diga “eu sou doente”. Diga apenas “eu estou doente”.

É na mente que fazemos essa diferença. A pessoa que se enxerga doente acredita que sua natureza é assim, como se a doença fosse a pele que revestisse seu corpo. Ela cria toda uma atmosfera enferma, pois se comporta como doente, veste-se como doente, fala como doente e pensa como doente. Diria que nesses casos os prognósticos de cura são impossíveis se a pessoa não mudar a percepção da enfermidade em sua vida.

O ambiente que criamos em nossa mente definirá nossas chances de cura ou manutenção da enfermidade. Vamos arejar nossa mente com otimismo, boas conversas, boas companhias, leituras edificantes, música agradável, ideias fraternais e muito bom humor, pois com isso a saúde residirá conosco.

Toda ajuda espiritual em favor da saúde depende da existência de um ponto de contato entre nós e as forças divinas. Nas curas que realizava, Jesus nunca prescindiu de um mínimo de colaboração dos enfermos. Ele exortava a todos que o buscavam, o exercício da fé e a necessidade de uma conversão de vida.  A Providência Divina jamais nos favorecerá com alguma cura sem que perceba em nós o brotar das sementes da transformação interior.

É preciso haver alguma ressonância entre a nossa vibração divina, um ponto em comum que nos ligue, por semelhança, às forças curativas. Deus é o auxílio constante. Exatamente neste instante Ele inunda de energias amorosas aptas a curá-lo. Mas, será que já nos colocamos em condições espirituais para recebermos a cura?

Fonte: extraído do livro “O Médico Jesus”, de José Carlos De Lucca. Editora InteLítera.

Compartilhe

About the author / 

Editor

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

10 × 1 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Temas das Publicações

O que é o Espiritismo e a Doutrina Espírita?
Vida com Abundância