• A Morte, Aos que Sofrem, Doutrina Espírita, Dúvidas dos leitores

    Dúvidas dos leitores: como se dá o fenômeno da morte?

    O que acontece com o nosso Espírito quando morremos? Todos os Espíritos podem se comunicar logo após sua morte? O que acontece com os recém-nascidos que logo morrem? Por que pessoas jovens, boas, desencarnam prematuramente, enquanto há pessoas más que vivem por muitos anos? Quando desencarnamos, sendo levados para as colônias socorristas, teria como nossos entes queridos ficarem sabendo em qual delas nos encontramos? O que acontece ao nosso anjo da guarda quando desencarnamos? É possível, mesmo a pessoas menos esclarecidas, a comunicação com entes desencarnados?

  • Reforma Íntima, Renovando atitudes

    Existem espíritas praticantes e não-praticantes?

    Ouve-se, com certa freqüência nos ambientes doutrinários, algumas frases que expressam dúbias interpretações sobre o que seja “ser espírita”. Companheiros que ainda não se sentem devidamente ajustados aos parâmetros propostos pelos roteiros da codificação dizem: “ainda não sou espírita, estou tentando!”, outros, desejosos em amealhar algum crédito de aceitação nos grupos, dizem: “Quem sou eu para ser espírita?”, “Quem sabe um dia serei!”. Ser espírita é ser melhor hoje do que ontem, e buscar amanhã ser melhor do que hoje.

  • Conselhos de Jesus, Histórias

    História – O Juiz Reformado

    Como houvesse o Senhor recomendado nas instruções do dia muita cautela no julgar, a conversação em casa de Pedro se desdobrava em derredor do mesmo tema. – É difícil não criticar – comentava Mateus, com lealdade -, porque, a todo instante, o homem de mediana educação é compelido a emitir pareceres na atividade comum. – Sim – concordava André, muito franco -, não é fácil agir com acerto, sem analisar detidamente. Depois de vários depoimentos, em torno do direito de observar e corrigir, interferiu Jesus sem afetação:

Temas das Publicações