Conselhos do Mestre, Jesus

Você sabe quem é realmente o nosso próximo?

0 160

O Nosso Próximo

Você sabe definir em profundidade quem é realmente o nosso próximo?

Se você conhece e sabe discernir realmente o Evangelho, não terá dificuldade em responder a nossa pergunta. Basta ler a Parábola do Bom Samaritano, aquele homem anônimo que atendeu ao que fora assaltado, roubado e espancado, também anônimo, caído na estrada e gemendo de dor.

Antes do samaritano haver passado perto do homem ferido, já haviam passado um levita que, segundo os hebreus, era ministro do culto da tribo de Levi, e um sacerdote judaico, que não deram atenção ao ferido.

Os judeus ortodoxos consideravam os samaritanos heréticos, os desprezavam e os perseguiam. Entretanto, foi exatamente um samaritano que Jesus escolheu para o principal protagonista da parábola.

O intérprete da lei mosaica, querendo confundir o Mestre, perguntou-lhe: – Quem é o seu próximo?

Ao término da exposição, perguntou Jesus ao intérprete da lei mosaica: qual dos três, o levita, o sacerdote ou o samaritano parece ter sido o próximo do homem que caíra nas mãos dos salteadores?

Respondeu-lhe o intérprete da lei mosaica: o que usou de misericórdia para com ele.

Nosso próximo não é apenas aquele que se encontra junto de nós, precisando de amparo e auxílio. É também aquele que sequer conhecemos, está longe, mas necessita ser atendido. O seu pedido é angustiante; ele é nosso irmão, filho de Deus, que é Pai de todos nós.

A família humana é uma só.

Se assim é, como de fato é, não apenas os que convivem conosco, sob o mesmo teto, são o nosso próximo, mas também os demais seres humanos de qualquer categoria, cor ou credo e onde se encontrem.

No barraco, como no palácio, seus ocupantes são ainda o nosso próximo. Uns e outros podem recorrer à nossa ajuda, porque não existe aquele completamente independente.

Se, nas mais das vezes, o necessitado precisa de atendimento material, o potentado pode necessitar de auxílio espiritual. O atendimento deve ser desinteressado em qualquer circunstância, aqui, ali ou acolá.

O Evangelho nos indica o dever de cada um de nós, face aos ensinamentos do Cristo, que determina atender até os nossos inimigos, filhos do mesmo Deus de misericórdia e amor.

Fonte: extraído do livro “Coletânea de Mensagens de José”. Recebidas por Helcio Eugenio de Lima e Silva. Folha Carioca Editora Ltda.

About the author / 

Editor

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

+ 86 = 90

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Temas das Publicações

O que é o Espiritismo e a Doutrina Espírita?
Vida com Abundância